Davi frequenta as sessões desde os três meses de idade após nascer prematuro. Isadora está mais atenta, tomou gosto pela música e agora fica menos agitada no colo da mãe. João Miguel, paciente com Síndrome de Down, esboça as primeiras palavras depois das sessões de fonoaudiologia. Simone viu o filho aprender a andar, subir e melhorar a coordenação motora e ganhou confiança para colocá-lo na escola. Em comum nessas trajetórias, o cotidiano do Núcleo de Atenção Interdisciplinar do Desenvolvimento Infantil (Naidi), que atende crianças com diferentes deficiências. O curta-metragem “Construtoras de Caminhos”, desenvolvido no âmbito da parceria entre a Plataforma de Práticas de Saude IdeiaSUS e a VideoSaúde Distribuidora da Fiocruz, chega como mais uma produção da série “SUS e as clínicas da família”.

Em “Construtora de Caminhos”, a câmera entra na rotina do unidade de saúde, localizada na Área Programática (AP) 3.1, na zona Norte do Rio de Janeiro, ouve quem participa desse cotidiano e mostra os elos entre uma unidade básica de saúde e as pessoas. O serviço atravessa a vida dos pacientes e seus familiares, revela a importância do SUS e de seus profissionais e ofícios para milhares de famílias que necessitam do mesmo tipo de cuidado e acolhimento.

"Conhecemos o Naidi no âmbito de uma série de visitas da equipe do IdeiaSUS a unidades básicas de saúde da AP 3.1, no Rio de Janeiro. Fomos em mais de 30 unidades, entre dezembro de 2021 e fevereiro de 2022, para conhecer suas atividades e apresentar a Plataforma IdeiaSUS. Neste momento, estamos conhecendo práticas nos centros de atenção psicossocial da AP 3.1. Muitas práticas e serviços do SUS, como o Naidi, merecem reconhecimento e podem ser reproduzidas e adaptadas em diferentes municípios brasileiros”, conta Wagner de Oliveira, que dirigiu o curta e desenvolveu a produção em parceria com Paulo Lara e Irlaine Arruda, da equipe da VideoSaúde. 

A série “SUS e as clínicas da família” traz vídeos com relatos de experiências e práticas de saúde, desenvolvidas em unidades de saúde das seis regiões administrativas da AP 3.1: Ramos, Penha, Vigário Geral, Ilha do Governador, Complexo do Alemão e Complexo da Maré. O conjunto de bairros da região abriga mais de um milhão de habitantes.

Uma referência interdisciplinar

O Naidi, de acordo com sua equipe, trabalha com intervenção precoce nos diversos aspectos do desenvolvimento infantil, priorizando as características individuais e dificuldades apresentadas nos diversos contextos, favorecendo a evolução nas áreas de linguagem, motricidade, cognição, sensório-motora e comportamento. O foco do trabalho é a melhoria da qualidade de vida e autonomia das crianças acompanhadas. A unidade oferece orientação e acompanhamento sistemático de pais e responsáveis, contemplando crianças de 0 a 5 anos que apresentam atraso global do desenvolvimento, atraso no desenvolvimento neuropsicomotor, síndromes neurológicas, síndromes genéticas, erro inato do metabolismo, torcicolo congênito e lesão do plexo branquial.

Os atendimentos são individuais ou em pequenos grupos, realizados por equipe multiprofissional integrada por dois fonoaudiólogos, uma fisioterapeuta, uma musicoterapia e pediatra. Contam, ainda, com o apoio de outras áreas como psicologia.  “A intervenção precoce nos diversos aspectos do desenvolvimento infantil, realizada por equipe multiprofissional, visa ao desenvolvimento de habilidades motoras, comunicacionais, de interação social e de aprendizado”, conta a psicóloga Susan Gibson. O propósito, segundo Susan, é oferecer aos usuários do serviço um ambiente favorável à realização de experiências e vivências que impliquem reabilitação física, desenvolvimento mental, inclusão social e amadurecimento afetivo.

Acervo amplo conta com mais de duas mil práticas do SUS

A Plataforma IdeiaSUS é fruto da cooperação técnica entre a Fiocruz, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), no âmbito da Rede de Apoio à Gestão Estratégica do SUS. Conta, atualmente, com mais de 2.300 práticas e inovações em saúde e ambiente, entendendo que a troca de experiências, exitosas ou não, são essenciais ao processo de consolidação e fortalecimento do SUS. Mais de 800 municípios brasileiros têm práticas descritas no IdeiaSUS. 
 
Outros vídeos sobre o SUS

O projeto faz também parte do Repositório Audiovisual de Práticas do IdeiaSUS, no canal da VideoSaúde no YouTube, onde também se encontram os vídeos sobre o Ambulatório de Atenção à Saúde da População Travesti e Transexual João Walter Nery, em Niterói (RJ), as estratégias de integração e qualificação do cuidado em saúde da Rede de Saúde do município de Quissamã, no Rio de Janeiro, e as oficinas terapêuticas de cuidado em saúde mental, promovidas em Lajeado (RS), entre outros vídeos.

Para acessar o Repositório Audiovisual de Práticas do IdeiaSUS, acesse ▶️ https://bit.ly/3U1x373

Você pode, também, acessar o curta na Plataforma de Filmes em Acesso Aberto da VideoSaúde/Icict/Fiocruz, em ▶️ https://bit.ly/3eMboPX

Ou apontar a câmera do seu celular para o QRCode abaixo.